03 junho, 2010

Reembolso de impostos - IRS; IRC; IVA...

Crise é palavra de ordem, certo?

Porque razão terão os Portugueses de continuar a pagar mensalmente por uma crise enraizada há décadas no nosso País?

Acham que pedidos de ajuda financeira à União Europeia "curam-nos esta gangrena"?

****************

Há poucos dias ocorreu-me uma solução que penso será bastante polémica e deixará "meio mundo" em estado de choque mas, já que esforços são pedidos aos Portugueses, então passo a apresentar:

- O valor máximo reembolsável de IRS para o ano de 2011, 500€ (quinhentos euros), porquê?

- Porque por exemplo em relação ao IRS de 2009 «... O valor médio do reembolso deste ano ascende a 729 euros e tem-se concretizado cerca de 14 dias depois da entrega da declaração...»

- Para além disso durante um ano nada de reembolso de IVA a cidadãos não Europeus.
«Os cidadãos de países terceiros que visitam a União Europeia têm direito ao reembolso do IVA das mercadorias que tenham comprado durante a sua estadia na UE, se estas forem apresentadas na alfândega no momento da partida, juntamente com os documentos necessários ao reembolso do IVA, no prazo de três meses a contar da data da compra. Regra geral, estes documentos são emitidos pelo vendedor, embora nem todos os comerciantes o façam, uma vez que se trata de um sistema facultativo. Alguns países fixam um valor de compras mínimo para se poder beneficiar do reembolso.»

-------------------
A implementação de medidas como estas só durante um ano decerto surtirão efeitos.

Quem tem mais ideias?

--------------------

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.