19 maio, 2011

O Futuro que nos espera!

Oiçam como música de fundo : «Jem-They» (muito bom!)


CGD emite 1800 milhões com garantia

Buraco no BPN chega aos 1800 milhões de euros

Casas: 500 mil vão perder isenção no IMI



Meus meninos o manjar foi servido os lambões de sempre (de há décadas, desde a nossa entrada na União Europeia) até lambem os dedos (como sempre o fizeram) e os cidadãos são os palhaços que pagarão.

Sabem como eu explico o Futuro que nos espera, correcção o futuro para os nossos filhos, netos e gerações seguintes?

1.ª fase estratégica de fdp:

- Primeiro precarizaram os trabalhadores (baixos salários; atribuição de categorias profissionais incompatíveis com as funções ou formação/experiência profissionais;
- horas extraordinárias não remuneradas;
- imposição de desemprego involuntário;
- trabalho escravo camuflado de contratos de inserção (Ocupacionais);
- "oferta" de crédito mediante insistentes contactos via telefone, E-mail para encobrir créditos elevadíssimos pedidos por corruptos e chulos;
- disseminação de empresas de trabalho temporário (o estado dá o contributo em forma de apoios financeiros, isto é, pago com dinheiros emprestados que vêm de fora;
- formação profissional imposta e paga pelos candidatos (mesmo antes de estar confirmado que foram escolhidos para iniciar funções) a empregos que, nem necessitam de habilitações por aí além (por exemplo carregador de malas nos aeroportos);
- mudança de nomes de empresas após suposta falência em que recontratam trabalhadores dando-lhes salários muito mais baixos do que auferiam anteriormente;
- fecho de empresas que receberam durante anos dinheiros do FSE e que depois foram para países de leste, etc, onde a mão de obra é paga a cento e tal euros;
- etc., etc. e tal

2.ª fase estratégica de fdp:

- Proibir os cidadãos de pescarem, mariscarem, fazerem agricultura de subsistência para os obrigar a trabalhar para empresários chulos de merd#;
- Começar a espoliar dos cidadãos as suas casas de habitação, os terrenos que herdaram da família, os carros, enfim todos os bens materiais;
- Continuar a oferecer a caridadezinha na forma de: sopa dos pobres; entrega de roupas usadas; troca de produtos alimentares (como era antes de existir dinheiro); etc.
- Depois de usurparem todos os pertences dos cidadãos e os deixarem na miséria total, aí poderão exercer na perfeição e a 100% tudo o que pretendem, o poder de usar e abusar da vida das pessoas pondo e dispondo a seu belo prazer e plenamente da arte da escravatura humana como nunca foi visto na história da humanidade;
- O dinheiro (moeda) perderá o valor e deixará de circular;
- Guerra, caos, destruição, desenvolvimento da indústria bélica, e finalmente a reconstrução de Países (a repetição da história bélica no auge), empregos na construção civil...

Estarei errada? Ou a alucinar?


-----------------------------------------------------------

"The role of the Regions in the European Governance"

«EQUAL initiatives
The EQUAL Initiative supersedes two previows human resources initiatives ADAPT and EMPLOYMENT…. The main aim of EQUAL is to promote new ways of tackling all forms of exclusion, discrimination and inequality in relation to the labour market…»












O dinheiro entrou para que o emprego fosse promovido, lá isso entrou mas, a parasitagem em lugares de poder é tanta que fazem para o pessoal uns contratos de emprego-inserção (antes contratos Ocupacionais) e quando o subsidio de desemprego acaba, acaba o contrato (está previsto na lei e tudo! Tal é a pouca vergonha que se tem vindo a passar neste País).
A Europa bem tem tentado ajudar mas, os fdp são muitos neste País à Beira-mar plantado!






A Europa bem que mandou o dinheirinho para que tudo fizessem para o pessoal ter trabalhinho mas, os fdp de sempre rebentaram o money na borga, em acções, em sabesse lá + o kê e o pessoal agora está sendo encostado entre a espada e a parede por um fmi que mandou gente rasca para verificação de sei lá o kê!


Ora os moços do FMI (Troika ou Triunvirato, como lhe queiram chamar) simplesmente mostraram que não conhecem Portugal, nem os Portugueses, os únicos que eles conhecem são fdp como eles (os que têm estado no poder há décadas, os grandes grupos económicos e financeiros que já andam esfregando as mãos pelo dinheiro que vão delapidar como sempre, pensam os tristes que o povo ainda tem dinheiro para lhes pagar a dívidas).



Esse gajo dos olhos azuis (que os devia ter negros, uns murraços nos focinhos até nem lhe caíam mal! a ele mais à laia dele, cambada de abutres fascisóides) sabe lá o que anda fazendo? Então o homem (nem sei se aquilo é homem ou rato! ou algum hibrido) vem pr'a qui com ideias preconcebidas de que na Europa não há flexibilidade nem mobilidade (por parte dos trabalhadores) leiam o seguinte documento de 2005:



2005, International Monetary Fund - Russian Federation: Selected Issues (cliquem em cima desta frase)




Os Russos vieram para Portugal, muitos deles formados, muitos médicos que se tiveram de atirar às obras de construção civil e sabesse lá mais ao quê:


O Poul Thomsen com as suas ideias pré-concebidas baseadas em estudos do século passado:

Leiam a página número 5 do documento acima ( hiperligação) e vão ver que lêem:

«... European countries, where labor markets are inflexible and unemployment rates are characterized by hysteresis (Franz and Gordon, 1993; Nahuis, 2003)...»



Esse gajo deve desconhecer quão flexíveis têm sido os Portugueses em termos laborais, e quão elevado grau de mobilidade temos, deve desconhecer que os Portugueses estão espalhados pelo mundo...



Não entendo é como é que um gajo desses (e outros como ele) não foi desde o inicio da sua vida profissional por exemplo para a China, lá poderia ter a sua família, ter as suas 2 filhas, ou será que não? Com sorte poderia ser que as suas filhas não fossem atiradas para o rio dentro de sacos de plástico amarelos, lá na China poderia impor a flexibilidade e a mobilidade, ah... é verdade! não ía dar! pois, afinal os desgraçados dos chineses já sabem o que isso é (também! refiro-me à tal flexibilidade e mobilidade e ESCRAVIDÃO LABORAL LEGALIZADA, que é o que querem impor aos Portugueses comuns... ), e o prato que lhes servem diariamente é "Chiken a la carte" (só por acaso! aqui em Portugal já tenho visto gente a alimentar-se nos contentores do lixo, é giro não é?)




-------------------

«Férias e reforma

As reacções portuguesas à proposta de Angela Merkel» (clicar aqui)

Merkel?
Está a ler isto? Porreiro pá! aqui vai então:

Estás-te passando um bocado, não?

Por acaso conheces Portugal, os Portugueses e os sacrifícios que temos feito para chegarmos ao ponto em que estamos?

Se queres fazer alguma coisa manda investigar como todo o dinheiro que tem sido emprestado a Portugal desde a nossa entrada no euro foi gasto, verás que há muito que nem foi para os fins a que eram efectivamente destinados (fundos estruturais, de coesão, etc.),
E se esses fundos não foram aplicados naquilo que deveriam de ter sido, então terão de ser devolvidos, com juros de mora, multas pesadas, e cadeia caso seja caso disso, ok? 
Acorda mulher, abre os olhos e solta a justiça e quem de direito para investigar todos os programas; sub-programas; projectos; sub-projectos; e afins que a luz ao fundo do túnel brilhará...


Agora fazer dos cidadãos parvos (como sempre, chega!) e nem admito que gente que meteu as unhas (administrou e geriu mal os dinheiros que, não lhes pertencia e que veio de fora em forma de apoio e "ajuda" financeiro) e que era para desenvolver o País, venham aos meios de comunicação social, e às redes admitir que realmente gastaram mal, geriram e administraram mal, enfim que erraram.

Erraram??? Devolvem-no todo, vão ver como a divida externa do estado se paga enquanto o diabo esfrega o olho.

Angela Merkel tem 57 anos mas, parece mais velha, aliás com as exigências que nos está impondo só significa que está começando a ficar demente, imagino quando chegar aos 67 anos, deve estar num belo estado!


Uma triste dessas sabe lá o que têm passado os Portugueses comuns de há décadas a esta parte? devia de ter o mínimo de respeito pelos cidadãos portugueses, afinal nem somos nós cidadãos comuns que estamos pedindo dinheiro emprestado, com juros escandalosos, e ainda por cima nem fizeram um referendo para nos perguntarem se queríamos continuar com esta palhaçada de pedidos de empréstimos para os mesmos de sempre delapidarem "à grande e à francesa" (aqui está uma frase que costumamos utilizar há décadas como forma de dizer que em França os trabalhadores ganham bem, os que mesmo ganhando muito mais do que nós, se estão revoltando também com tanta austeridade) e na Alemanha os trabalhadores comuns ganham 4 ou 5 vezes mais do que os nossos trabalhadores.

A Merkel que imponha em toda a Europa o salário mínimo nacional que nós temos, aliás não vou mais longe, proponho o seguinte à sra. de 67 anos (Ups enganei-me, queria dizer à sra. de 57 anos):
- Ela que imponha a todos os Países Europeus salários mínimos de 800€ (e só nem mais, nem menos um cêntimo).
Acredito que a grande maioria dos trabalhadores Portugueses não se importariam de receber um salário mínimo desses,será que por exemplo os trabalhadores Alemães ou os Franceses gostariam?

 

---------------------------------*********************-----------------------

Um aparte:
Ainda ninguém começou a pensar o que fazer a tantos recursos humanos que foram e estão sendo substituídos por máquinas, pois não?

Agora mais uma música muito boa para distrair um pouco das agruras da vida

Katy Perry - E.T. ft. Kanye West


Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.