28 julho, 2011

Portugal é um País para ricos

Obama: "We Don't Need To Do Anything Radical To Solve This Problem"


«... Here's the good news: It turns out we don't have to do anything radical to solve the problem. Contrary to what some folks say, we are not Greece. we are not Portugal. It turns out that our problem is we've cut taxes without paying for them over the last decade," President Obama said at his press conference on Friday.»

Penso que Obama não foi bem interpretado pelos Portugueses, acho que ele quis dizer que nos EUA não vão tomar as absurdas medidas de austeridade que estão tomando em Portugal, estarei errada?

Como raio se desenvolve a economia:

- cortando em salários?
- retirando às famílias  prestações familiares já pagas de acordo com a Lei?
- mantendo e agravando a precariedade laboral?
- se as empresas pagam salários cada vez mais baixos não atribuindo as categorias profissionais devidas aos trabalhadores?
- aumentando impostos tais como o IVA ou criando outros impostos?
- fazendo diplomas legislativos em cima do joelho alguns até entram em vigor antes de terem sido aprovados? - legalizando por diploma práticas corruptas que causam dano e prejuízo moral e material a grande percentagem da população?
- Espoliando os cidadãos comuns de tudo o que são direitos fundamentais humanos?
...


Se estão tirando tudo aos cidadãos comuns:
- habitações;
- as pessoas que recorreram a crédito praticamente não têm direito à justiça, visto que, a lei permite que os solicitadores de execução caiam em cima dos devedores que nem abutres, tem havido casos em que exigem o pagamento da mesma divida duas vezes;
- os carenciados tem direito à isenção de qualquer tipo de taxas mas, até aqui há diferenças por exemplo: as finanças e a segurança social de Tavira informam as pessoas do que têm de fazer para ficarem isentos, enquanto que em Faro ninguém sabe de nada, aliás, quando perguntei olharam para mim como se eu tivesse vindo doutro planeta. Grande parte dos funcionários públicos são empregados temporários ou desempregados subsidiados e com contrato de inserção profissional, o qual, termina logo que termina o subsidio de desemprego (a Lei até refere expressamente isso) , os funcionários não são treinados devidamente para darem a informação adequada aos cidadãos...


Atiraram as pessoas para a precariedade, para o desemprego involuntários, para a sopa dos pobres, enfim, para a miséria humana, no entanto, estes pagam também IVA quando vão às compras, quando tomam um meio de transporte público, quando pagam a água que bebem, quando fazem a sua higiene.
Afinal os Portugueses até pagam IVA porque seus aparelhos urinários e digestivos funcionam, passo a explicar:
Quando compramos alimentos ou produtos de higiene (e os produtos de higiene são a 23%), pagamos IVA, quando a factura de água e tratamento de esgotos chega a casa voltamos a pagar IVA, isto é, pagamos ao estado porque os nossos órgãos vitais funcionam, e quando funcionam mal cobram-nos taxas moderadoras (sim porque só os dadores de sangue ou as pessoas com rendimentos abaixo do SMN e com filhos é que estão isentos, mas até para usufruírem desse direito têm de dar voltas e reviravoltas no sentido de alcançar a isenção).

Muito mais há a dizer mas, fico por aqui, referindo só o seguinte:

Se nos estão tirando poder de compra (quando nos roubam nos salários, nos espoliam da única fonte de rendimento que é o trabalho remunerado condignamente;...); como querem que as empresas tenham lucros?
Há pessoas que já tiveram de desistir dos serviços da ZON de tv e net; qualquer dia terão de desistir dos serviços de telefone e de telemóvel; depois dos serviços da edp e aí voltaremos à luz das velas; e por aí fora.

Depois até acho incrível como continuo recebendo chamadas telefónicas de entidades que continuam oferecendo crédito, por exemplo:
- O
Barclays já me ligou uma série de vezes (até chateia!);
- Quando vou ao Hipermercado Auchan (Jumbo) no acto de pagamento perguntam se tenho cartão e quando a minha resposta é negativa, vem logo um empregado fazer a publicidade do dito cartão;
- Decerto há mais para além deste dois que referi.

QUANDO EU QUISER CRÉDITO PEDIREI, OK?... Sinto-me como se fosse um animal nesta selva social em que há sempre um caçador à minha espreita! Para a próxima quando me vierem oferecer crédito perguntarei se é sem juros e com desconto...


Há poucos dias atrás depois de ter vindo do supermercado e de ter pago quase 200€ (duzentos euros) de víveres que nem para um semana dão e produtos de higiene vi na tv a publicidade a uma máquina de lavar roupa que custava 299€ (duzentos e noventa e nove euros)... até me vieram as lágrimas aos olhos, sinceramente não há nervos que resistam a tudo isto... COM O CARAÇAS VOCÊS ESTÃO LIDANDO COM PESSOAS DE CARNE E OSSO, COM SENTIMENTOS, VIDA PRÓPRIA, COM CÉREBRO, E ANSIOSAS POR SEREM DONAS DE SUAS VIDAS E SERES LIVRES E COMPLETOS... TENHAM MAIS RESPEITO PELOS CIDADÃOS COMUNS!

--------------------------​--------------

Portanto, voltando ao ponto de partida, só tenho a dizer que provavelmente o Obama não deve querer fazer à população americana o mesmo que os chulos, parasitas e corruptos que nos governam e que têm a mania que são donos e manipuladores de seres vivos e humanos.
Atrevo-me a chamar a tudo isto que se está passando em Portugal (de há longas décadas a esta parte, só que actualmente com maiores práticas abusivas de poder) um Sacrificiócidio, estão matando lentamente a população portuguesa, estão-nos roubando as nossas vidas, estão-nos escravizando... decerto que não é isto que o Obama quer para a América ...

Portugal é um País para ricos o que será que se vai passar aos que estão sendo atirados para a miséria?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.