08 agosto, 2011

Contrato Emprego Inserção e Contrato Emprego Inserção+. A saga continua...

«Medida Contrato Emprego Inserção - Prorrogado prazo de candidatura

26-07-2011

Por deliberação do Conselho Directivo do IEFP, I.P., datada de 27 de Junho de 2011, o período de candidaturas das medidas Contrato Emprego Inserção e Contrato Emprego Inserção+ foi prorrogado até 31 de Dezembro de 2011, inclusive.»


Vamos lá então encaixar isto na Lei no seguimento das supostas (Trabalho e Segurança Social, 31 Medidas da Troika a implementar em 2011) exigências que os capatazes Portugueses da troika têm de cumprir, isto depois do nosso anterior governo em gestão andar a assinar acordos com os amiguinhos (de cor politica diferente) à porta fechada e sem referendo popular.



Contratos emprego -inserção e emprego -inserção+

Por que raio insistem em continuar a chamar inserção a este dois tipos de contratos?

quando no

«... Artigo 11.º
Cessação ou resolução do contrato
1 — O contrato cessa no termo do prazo ou da sua
renovação, bem como quando o beneficiário:
...
c) Perca o direito às prestações de desemprego;
d) Perca o direito às prestações de rendimento
...

?????????????????

Detalhes no:

Diário da República, 1.ª série — N.º 76 — 18 de Abril de 2011


MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL
Portaria n.º 164/2011 de 18 de Abril


...

Artigo 5.º
Republicação
É republicada em anexo à presente portaria, da qual faz
parte integrante, a Portaria n.º 128/2009, de 30 de Janeiro,
alterada pela Portaria n.º 294/2010, de 31 de Maio, com
a redacção actual.
O Secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional,
Valter Victorino Lemos, em 6 de Abril de 2011.


ANEXO
(a que se refere o artigo 5.º)
Portaria n.º 128/2009, de 30 de Janeiro

...

1 comentário:

  1. Estava desempregada, grávida quase no fim do tempo e fui chamada para uma treta destas, senão era penalizada e deixava de receber subsídio de desemprego. Colocaram-me num sitio da função pública, onde basicamente fazia tudo o que os funcionários não queriam. Não aprendi nada, não acrescentei nenhuma mais valia ao meu curriculum e não fui realmente inserida em nenhum emprego. É uma vergonha.

    ResponderEliminar

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.