14 agosto, 2013

Será assim tão difícil bem legislar?


Ao que parece o bem legislar passa primeiro por "bem confundir para reinar"

Não se justifica que nos tempos actuais  os diplomas legislativos continuem armadilhados, blindados... , muito sinceramente não sei como os advogados se entendem no meio de um confuso e gigantesco puzzle legislativo que foi perdendo algumas peças ao longo dos tempos.

Nada que um bom programa informático não consiga desmontar, sintetizar e tornar claro. Podem começar por exemplo por meter o programa a procurar os vários tipos de repetições, depois que desmonte todo o artefacto jurídico  para posteriormente o voltar a montar criando toda uma estrutura legislativa sem palhas e que se adapte aos tempos actuais ...

Para o cidadão comum (como eu)   a justiça não passa de um imbróglio  jurídico e recorrer a ela é o  mesmo que procurar uma agulha num palheiro ... quem não tem problemas financeiros sempre tem a possibilidade de requerer serviços jurídicos que têm "detectores de metal" para encontrar as tais "agulhas"... quanto aos comuns mortais temo-nos de contentar e crer na justiça do criador de todas as coisas visíveis e invisíveis como também numa justiça extra-terrena após a morte, entretanto tentamos sobreviver nesta selva humana em que tem "olho" é "Rei"

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.