17 março, 2011

Continuação da mensagem de Quarta-feira, 16 de Março de 2011

Analisemos um pouco mais toda esta situação acerca da facturação deste ano.

A Tarifa Fixa de Serviço de Saneamento (anteriormente designada Tarifa de disponibilidade de saneamento) para consumidores domésticos teve um aumento de 105% (cento e cinco porcento), isto é, no ano de 2010 era 1,0951€ (um euro e 95 cêntimos) e agora são 2,25€ (dois euros e vinte e cinco cêntimos), ao passo que para os não domésticos desceu 2% (dois porcento), isto é, o ano passado era 4,38€ (quatro euros e trinta e oito cêntimos) este ano são 4,28€ (quatro euros e vinte e oito cêntimos).


Vamos supor que houve efectivamente um lapso na categorização (refiro-me ao «Tipo de Consumidor: Pessoas Colectivas de Utilidade Pública») das tarifas fixas de abastecimento de água por «Calibre do Contador» e suponhamos que pelo menos os Valores constantes nessa tabela (do “Aviso” do corrente ano) estão correctos, então:

- No que se refere à Tarifa fixa de abastecimento de água (anteriormente designada Tarifa de disponibilidade de água, e que há muitos anos atrás era conhecida por aluguer do contador) para consumidores: Domésticos, domésticos sociais e famílias numerosas temos os seguintes valores comparativos:


Ano de 2011

Ano de 2010

Doméstico, doméstico social e famílias numerosas

Tarifa fixa de disponibilidade de água
Até 15 mm
2,4000

2,0259
20 mm
4,08

4,6431
30 mm
8,568

10,4249
40 mm
33,9293

19,032
50 mm
33,9293

28,099
100 mm
54,2869

56,1871
200 mm
54,2869

120,0066
Contador Totalizador
2,4000



Resumo desta tabela:
Aumentos e diminuições nos valores mensais dos contadores (para consumidores: Domésticos, domésticos sociais e famílias numerosas) em termos de percentagens:

Até 15 mm
18%
20 mm
-12%
30 mm
-18%
40 mm
78%
50 mm
21%
100 mm
-3%
200 mm
-55%



- No caso dos consumidores não domésticos e não domésticos sociais as alterações são as mesmas, na tabela acima mostrada, excepto no que se refere aos contadores até 15mm que tiveram um aumento de 101% (cento e um porcento) e mais este tipo de consumidores não pagam pelos Contadores Totalizadores (ao contrário dos consumidores: Domésticos, domésticos sociais e famílias numerosas).

*******************************

Tarifas variáveis referentes ao consumo de água por escalão (valores em € por metro cúbico de água) para consumidores domésticos (e Pensionistas):


Tarifas variáveis para consumidores: Domésticos /Pensionistas



Declaração de rectificação n.º 6/2011 do Aviso n.º 26346/2010

Declaração de rectificação n.º 3058/2009, do Aviso n.º 22114/2009


Escalões
Em 2010 eram classificados:

Em 2011 são classificados:

Tarifas variáveis de abastecimento de água para Utilizadores Domésticos

Tarifas de consumo de água







€ Por m3

€ Por m3


1.º Escalão
de 0 a 5 m3/mês

de 0 a 5m3

0,4563

0,438

4%
2.º Escalão
de 6 a 10 m3/mês

de 6 a 15 m3

0,5100

0,9746

-48%
3.º Escalão
de 11 a 20 m3/mês

de 16 a 25 m3

1,1730

1,1826

-1%
4.º Escalão
mais de 20 m3/mês

> 25 m3

2,1114

2,1354

-1%


Resumo:
O valor em euros referente ao consumo de água, por metro cúbico, passou a ser:
- O 1.º escalão subiu 4 %;
- O 3.º e 4.º escalões desceram 1%;
- O 2.º escalão desceu 48%.


Como todos sabem as tarifas variáveis de Saneamento têm a ver com a água que consumimos, isto é, quanto mais água consumimos mais água vai para o esgoto.

Vejamos então o que se passa com as Tarifas variáveis de serviço de gestão de resíduos (valores em € por metro cúbico de água que vai para o esgoto) antes designadas Tarifas de utilização de Saneamento, para consumidores domésticos (e Pensionistas):


Tarifas variáveis para consumidores: Domésticos /Pensionistas



Declaração de rectificação n.º 6/2011 do Aviso n.º 26346/2011

Declaração de rectificação n.º 3058/2009, do Aviso n.º 22114/2009


Escalões
Em 2010 eram classificados:

Em 2011 são classificados:

Tarifas variáveis de serviço de gestão de resíduos

Tarifas de utilização de Saneamento







€ Por m3

€ Por m3


1.º Escalão
de 0 a 5 m3/mês

de 0 a 5m3

0,230

0,219

5%
2.º Escalão
de 6 a 10 m3/mês

de 6 a 15 m3

0,470

0,3504

34%
3.º Escalão
de 11 a 20 m3/mês

de 16 a 25 m3
0,900

0,5914

52%
4.º Escalão
mais de 20 m3/mês

> 25 m3

1,100

0,7665

44%

Resumo:
O metro cúbico do
1.º escalão aumentou 5%;
2.º escalão aumentou 34%;
3.º escalão aumentou 52%;
4.º escalão aumentou 44%.

Recomendação:
Tenham muito cuidado com as fugas de água (tipo um autoclismo ou uma torneira em que está sempre a correr um fiozinho de água dias e dias a fio; etc.), e não se esqueçam de que se de repente tiverem a pouca sorte de ter uma inundação em casa porque houve algum problema mais grave, no fim do mês a factura vai doer não por causa dos escalões referentes às Tarifas variáveis de abastecimento de água (para Utilizadores Domésticos) mas, sim por causa dos escalões das Tarifas variáveis de serviço de gestão de resíduos. 
Quando recebermos uma factura após um problema relativo às nossas canalizações (no interior de nossas casas) ou a alguma torneira ou autoclismo avariados verão que os "too much" até vos caem ao chão.

Questão à FAGAR, E.M. de Faro:
Estes aumentos têm alguma coisa a ver com medidas de austeridade? Ou foi só porque vos apeteceu?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.