28 fevereiro, 2011

Tráfico de bébés e crianças em Portugal... ?

Tráfico de Crianças - Não ignores! / child trafficking



«17/07/2010

Desde 2008 foram sinalizados 300 casos de tráfico humano em Portugal... Desde Janeiro foram sinalizados 44 casos de tráfico humano em Portugal...Anualmente são vendidas 120 mil crianças para a Europa Ocidental... Qual o mundo que deixaremos para trás para as próximas gerações, quando partirmos?...

Um video feito para um trabalho de final de curso!
É URGENTE não Virarmos as costas a estas crianças! O tráfico NÃO escolhe idade, países, cor ou estratos sociais! o Tráfico está aqui, ali, está em todo o lado e em expansão! Está nas nossas mãos pararmos este flagelo!»


--------------------------

TROPA DE ELITE II - CAPITULO 12 -CRIANÇAS DO TRAFICO E A LEI



«04/11/2007... a minha mãe vendeu os filhos dela...TROPA DE ELITE II - CAPITULO 12 - AS CRIANÇAS DO TRAFICO E A LEI,CRIANÇAS LARGADAS PARA O USO DO TRAFICANTE,OMISSAO DE SEUS PAIS OU DA SOCIEDADE?»


-------------------------------------

trafico infantil


vean lo que hacen con los bebes que se roban o venden»


-------------------------------------------------------------





Uma história muito mal contada (sinto que falta algo por contar! Será a verdade escondida?)



Zara Pinilla Esteves da Silva Palaio



Criança Portuguesa do sexo feminino,
nascida a 20-12-2007,
desaparecida desde 6 de Março de 2010.




Zaro Miguel Esteves da Silva Palaio, o pai da criança está desesperado...(este pai fartou-se de alertar as autoridades que a mãe da criança (Karem Rebeca Pinilla Huayta) não era de confiança...

Transcrição da mensagem que o pai postou no Blog:



«Segunda-feira, 16 de Março de 2009


Trafico de bebes Portugueses Espanha

Zaro Miguel Esteves da Silva PalaioPORTO - PORTUGAL Consulado de Portugal – Barcelona Ronda Sant Pere – Barcelona Exmos. Srs. Porto, a 12 Dezembro de 2008 Assunto: Minha Filha Zara Esteves da Silva Palaio Exmos. Srs. Com os meus melhores cumprimentos venho pela presente informar a v. Exas. que Karem Rebeca Pinilla tentou vender a minha filha Zara Palaio em conluio com os Serviços Sociais de Barcelona e as provas de tais factos estão espelhadas exactamente no Protocolo de Coordenação entre o Dgaia ( direcção geral de atenção à Infância e Adolescência ) – Departamento de Acção Social i Cidadania da Generalitat de Catalunya. A ligação de estes factos está inter-ligado ao programa de adopção - ICAA, onde a minha filha está inserida desde 15 de Abril de 2008, o que só veio fundamentar as nossas suspeitas de que Zara Palaio estava destinada à adopção, passo a explicitar: 1 - No Ponto nº 1 do protocolo entre o Dgaia e o EFI – Equipa funcional de Infância, a documentação aportada é: 1.1 – Copia compulsada de DNI - Zara é cidadã Portuguesa, não tem.1.2- Certificado de Nascimento.1.3 – Cópia compulsada da pessoa “discapacitada” – ou seja, a mãe, já que mantinha a custódia provisória da Zara ( 4 meses).1.4- Certificação do CAD1.5- Informe – proposta da pessoa guardadora ( Karem Pinilla), ou da Equipa técnica competente - Serviços Sociais de Santa Eulália, em que as nossas suspeitas recaíam sempre na Dra. Cristina de santa Eulália, que inclusive se deu ao trabalho de ver o “Estado” da Zara aquando do seu nascimento – visita a 23 de Dezembro. Ou seja V. Exas., Karem Pinilla assinou a proposta para o Dgaia conjuntamente com os serviços sociais e pergunto: a) Quem remeteu toda esta documentação ao centro de Adopção? b) O referido documento foi emitido a 15 de Abril pelos Mossos d’ Esquadra de Hospitalet aquando de uma simulação de Karem em como a Zara tinha um golpe na cabeça, e que se verificou que não tinha nada (denúncia a 15 Abril, informe San Joan de Deu a 15). c) Este documento foi apresentado em Julgamento de medidas provisórias e só tive conhecimento da existência do mesmo em Julho através do meu advogado, e pergunto: - Quem é a mãe que tem a custódia, supostamente luta pela custódia apresenta uma prova contra ela com o referido documento??

1 – Passamos V. Exas. ao ETCA – equipa técnica do centro de acolhimento, ou seja, “punto de trobada”, que enviaram informes falsos para o tribunal, ou seja, todas as visitas gravadas dentro do centro atestam isso e no qual já me referi aos maus tratos à minha filha dentro do dito centro. Todas as visitas estão devidamente gravadas. Tudo está espelhado na própria lei Exmos. Srs., por isso era preciso afastar a parte paterna proibindo os meus Pais e restante família de ver a Zara, e informo a V. Exas.que após ameaças de morte por parte da polícia à civil, tive que “aguentar” até ao aniversário da Zara ( 20/12/08 ), entre ameaças e acosso constante dentro do referido centro. E pergunto: existem palavras que descrevam isto? Sim, o tráfico de menores dentro de instituições estatais em que a minha filha esteve ou está em leilão! Devido às ameaças de morte e as constantes entradas da minha mãe nas urgências de hospitais relativamente a toda esta aberração estou em Portugal, e como diz o protocolo de visitas, após 7 faltas o serviço das visitas deixa de ser efectivo e estou neste momento proibido de ver a minha filha. Pergunto Exmos. Srs.: a) Estão à espera que a minha mãe morra para solucionarem o que já deveria estar solucionado?b) Porque está uma sentença pendente deste Outubro?c) Até quando se vai consentir fazer passar o que a minha filha passou e está a passar, brutalizada desde os 2 meses de idade, e agora à venda??? Devo Informar V. Exas. de que internei-me voluntariamente num centro psiquiátrico depois de passar 7 noites em frente ao Consulado Espanhol no Porto e não fui dado como louco, muito pelo contrário, e foi evidente ( também como suspeitávamos), a falta de qualquer meio de comunicação na rua, o que espantou inclusive a própria PSP. Quero entender V. Exas. ( ou procurar ) que este caso seja alheio à toda idoneidade do Serviço Consular Português, mas pergunto: a quantos bebés Portugueses terá acontecido o mesmo? Até ao momento continuamos sem resposta, por conseguinte, solicito a V. Exas. que solicitem tanto ao tribunal de hospitalet como à Audiência Provincial de Barcelona qualquer processo pendente relativamente à minha pessoa e filha ( o recurso de simulação de delito da avó materna foi admitido na Audiência Provincial, já que de modo algum voltarei a Barcelona, e Deus sabe o que me custa não ver a minha filha, mas não quero ficar sem mão por não roubar uma laranja. E mais Exmos. Srs., ansiamos para que o processo seja reaberto, mas friso que a partir deste momento, serão a entidade responsável pelo bem-estar da minha filha.

Exmo. Sr. Cônsul, tem noção que os meus sobrinhos de 3, 4 e 7 anos perguntam pela Zara e até referem que querem ir para Barcelona e mostram a foto aos colegas de escola? Porque está a custódia da minha filha esta a ser Julgada pela Violência Doméstica de que fui absolvido e não pelo tribunal de menores? Ao constatar esta teia de tráfico de menores, está já a Polícia Judiciária ao corrente da situação, a solicitação de protecção policial idem, por estar mos a ser inclusivamente seguidos e termos os telefones sobre escuta no nosso próprio País. Entre tantas perguntas, se me permitem, até quando vão permitir MAIS esta situação? Quem consente pratica, e espero V. Exas. que não o consintam mais! A minha filha é apenas um bebé, e não tinha que passar por metade do que passou. E perguntar-me porque não entrego o B.I. da Zara à mãe é um insulto da parte de V. Exas.; se a Zara tem que ir para uma guarderia como sempre solicitei e a mãe se opunha, porque tem que ir agora sem uma sentença?Solicito a V. Exas. que verifiquem a situação de vivência da Zara, o seu permanente paradeiro, e todos os veículos ao dispor do consulado para uma eventual falsificação de um outro documento de identidade.Que lógica Exmos. Srs. com tudo o que tenho descrito nos faxes anteriores entregar o B.I da menina e para um infantário? A Zara é cidadã Portuguesa, não assino outra nacionalidade, e não entregaremos nunca o B.I. da Zara, e é de inteira responsabilidade de V. Exas. o acautelamento do bem-estar de uma cidadã Portuguesa, e continuamos a espera de respostas. A morada para qualquer notificação será Rua Cardoso Marta Nº 12 Rc/B 3080 Figueira da Foz. Informo por último e corroborado pelo meu advogado em Barcelona que a Acta de Vista do Julgamento Final da Custódia da Zara está falsificada, conforme conversa telefónica com V. Exas. Devo dar razão ao Gonçalo Amaral da Polícia Judiciária, deixamos de ser um estado soberano, ou Aljubarrota deve ser uma alegoria, e maldizer a Justiça Portuguesa é blasfémia. Subscrevo-me com elevada Estima e consideração

Muito Atentamente
09:56»



Publicada por zaro em 09:56»




 «Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Trafico de bebes Portugueses Espanha - Método

Durante algumas conversas no consulado português em Barcelona as palavras prepotentes do Consul Berbard pereira foram : temos mais que fazer do que atender sempre o caso da sua filha - uma menina de meses que estava a passar por uma barbárie - e se eles ( tribunal espanhol ), quiserem vão continuar a brincar com a sua filha e os seus pais anos se for preciso...

Ora, noutra reunião desta vez com o Sr. Vice-Cônsul, não pude deixar de gravar a conversa, em que sempre quis alhear o Sr. Álvaro martins desta matéria já que se mostrou sempre muito colaborador......até ao dia em que solicitou que entregasse o B.I da Zara, ou seja entregar a menina a Espanha.

Vários famílias ficaram sem as crianças, com informes sempre dos serviços sociais a dá-las como inaptas para cuidar dos filhos, que estariam já na mira da adopção, e fala-se abertamente na atribuição de documentação espanhola de forma ilegal, quando a própria lei espanhola não prevê a nacionalidade espanhola no nascimento da criança em espanha, mas sim a dos progenitores.

Bem diz o Sr. Vice Cônsul, nem todos os casos nos chegam, mas se os pais não vêm registar a criança .......eles----- espanhóis--- tratam de registá-las como espanholas, o que as impedem de sair do país.

Estes casos decorrem há anos, e pergunto quantas mães, tios, primos, nunca viram os seus familiares, ou simplesmente ficaram sem elas?

Uma Portuguesa que deu à luz em valência, assinou a folha da adopçao e continua desaparecida..... Quem são estas pessoas? Porque se abafa?

Estes casos são do conhecimento do corpo diplomático, e este governo que nada faz para combater esta situação, entrega literalmente bebes que nos pertencem.

Que adjectivos poderemos atribuir a isto?

Principal alvo das adopções, ainda por cima dentro de instituições estatais, emigrantes e sexagenários, em que nem algumas famílias espanholas estão a salvo.

A minha filha não tem preço Sr. Sócrates!!!!

Estou à espera de sentença desde outubro, quando o prazo são 10 dias, não vejo a minha filha há 3 meses, e os meus pais e família há 9.

Reitero o que disse ao consulado, por mais que tenha portas fechadas no meu próprio país, nunca conseguirão abafar o caso da minha filha, está tudo devidamente gravado e documentado.

Que Deus proteja a minha filha Zara

Amo te Zara

 


No facebook o pai  da criança postou o seguinte documento (e muitos mais), hiperligação:









Comentários do pai no facebook:



O SSI que encontre a minha filha, senão vai assistir à verdadeira convulsao social
Frases do pai da criança:




«Parecia um filme da gestapo, até de helicoptero, cercaram o aldeamento, entraram-me em casa pegaram na menina e fizeram-na desaparecer, a minha mãe entrou em coma e mataram 5 semanas mais tarde, desligando o oxigenio_____a 6 de maço de 2010, tudo porque tínhamos um blog e sabía-mos demais_____e por termos provas suficientes___»

«... a recusa de acompanhamento psicologico aos meus familiares todos incluindo crianças? o jogo aqui é outro___ pergunta ao Diap Porto porque estão a desaparecer documentos dos processos______ passados 11 meses só pergunto, onde e como está a minha filha Zara»

«... andam a vender bebes há 8 anos pelo menos____ quando descobri-mos, simplesmente não pudemos acreditar, mas é verdade_____-»

«... não se entra em casa de niguem se faz desaprecer uma menina e mata-se uma senhora só porque se descobriu que o estado andava a traficar crianças, ouve o teu consul em barcelona no youtube__»

«Os tribunais não me dizem onde está a minha filha, há 11 meses, até um preso tem direito de visitar os filhos quanto mais saber onde estão__________ fiquei mais preocupado quando tentaram matar a minha família para nunca mais se falar no assunto___»


«... foi falsificada uma carta rogatória de espanha para Portugal ou; desde quando é que um tribunal envia uma cidada Portuguesa para espanha sem passar pela relaçao ou supremo, para entregar a espanha a uma mãe boliviana com ordem de expulsao de espanha e a menina em risco social em espanha?... »


Hiperligação de onde retirei as frases:
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=203178196374251&set=o.187957741227026&theater

----------------------------------


PAI de Menina Portuguesa em Risco pede ajuda - Zara Barcelona 2008



Abril de 2008 - Pai desesperado com o que se passa com a sua filha e Familia Pede Ajuda - só agora foi descoberto ao video.


----------------------------------

MENINA PORTUGUESA ESPANHA EM JULGAMENTO FINAL_1_ JOSEFINA_ZARA



«Julgamento Final em que o Pai nao quer acreditar que a sua filha esta em plena sala de audiencia - dividido por um separador!!! Apesar das inumeras queixas sobre a presenca da sua filha no tribunal de Hospitalet, O juiz realiza o Julgamento sempre com a Zara dentro da sala de apenas 9 meses, a entrar e sair constantemente.......a menina cai algumas vezes e o Pai nao tem direito a prestar declaracoes......a Mae sim.......
A LEI PROIBE MAS O JUIZ CONCEDE - UMA MENINA DE 9 MESES NUM JULGAMENTO...»



---------------------------------


TRAFICO BEBES PORTUGUESES Servicios sociales barcelona:



«A familia da parte paterna nao pode interacionar com a bebe Zara, com os carros sim....!!!! a avo tenta ver a neta passados 9 meses
Contado nao se acredita, os avos paternos e restante famillia ficaram proibidos durante mais de 1 ano de contactar com a neta, nem um beijo.
Mostra se a avo a tentar ver a neta da rua e a ser proibida pelas assistentes sociais
a menina pode interacionar com os carros, com a avo nao!!! ordens posteriores, estores sempre fechados............ o pai tinha que levar sempre um edredon para a menina poder estar segura e nao no chao -- ordens do Juiz - falsas denuncias espana - pai absolvido 3 vezes

A selvageria continua.......»

------------------------------------------------------

Trafico bebes Portugueses - Helicoptero1



«Helicoptero Voando sobre o predio da menina portuguesa 1 mes antes de desaparecer - pairava sobre o predio durante alguns minutos, onde se filmava para o predio, presuntamente por policia espanhola ou Portuguesa.
Passado 1 mês a menina desaparece e a sua avó é assassinada para abafar trafico de bebes Portugueses em espanha.

Um ano e meio atras o mesmo se verificou em barcelona quando foi comprada uma viatura de familia para a familia Portuguesa,»

-----------------------------------------------------


ADENDA A ESTA MENSAGEM FEITA HOJE DIA 28 DE SETEMBRO DE 2011


Reportagem: menina portuguesa «vive» situação de risco em Espanha

 

«Vive em Espanha com a mãe e o pai está desesperado por falta de notícias

Por: Redacção / Helena Fonseca  |  30- 4- 2010  14: 49 

Uma menor portuguesa, nascida em Barcelona, Espanha, vive uma situação de risco. Está com a mãe, uma boliviana ilegal e, neste momento, ninguém sabe em que condições vive.

O pai da criança é português acusa a ex-companheira de cuidar mal da menina. Está desesperado por falta de notícias da filha, que não tem qualquer acompanhamento social. O caso tem contornos complicados, mas nem as autoridades espanholas em portuguesas parecem encontrar uma solução. Conheça toda a história aqui.»




Como o pai se queixou em rede (hoje dia 28/Setembro de 2011) que :
«Apagado, Censurado___________até os comentários apagaram estas bestas____ espero que estejam a ser testemunhas desta palhaçada...
o vídeo esta em cima, já foi apagado e reposto algumas vezes, está tudo devidamente copiado e guardado.... e as imagens da minha filha a ser maltradada com meses tbm...»





 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem vindo quem venha por bem e saudações especiais aos críticos construtivos.